1 de junho de 2020

Sem respeitar decreto, população salineira arrisca a vida com estrada intrafegável e com o risco da contaminação da COVID-19 diariamente



Acompanho diariamente as postagens da secretaria municipal de saúde de Macau identificando os casos da COVID-19 na terrinha. Em seguida vejo as postagens dos macauenses abismados com os acréscimos das novas notificações.

76 casos

Mesmo com 76 casos confirmados em Macau com a COVID-19, muitos “desavisados” continuam desrespeitando a quarentena imposta pelos órgãos competentes e fazem do caminhada da praia seu habitat natural para proliferação do vírus - mesmo a estrada se encontrando em condições péssimas para tráfego de veículos, onde qualquer desvio poderá ser fatal para quem faz esporte  -  além do final de semana o movimento na praia de camapum parecer não ter nenhum controle do município, nem muito menos da polícia militar como rege recomendação do MPRN.

Enfim

Com tudo isso acontecendo no dia a dia de Macau  - e quando a aparece novo boletim epidemiológico demonstrando crescimento da COVID-19 na terrinha – ninguém sabe o porquê. Então pergunto: será mesmo que não sabem o porquê?

Movimento na Praia de Camapum demonstra nenhum cuidado e respeito com decreto municipal e as recomendações do MPRN



Nenhum comentário:

Postar um comentário