.

CPTRAN's em Macau; A reclamação dos motoqueiros pelo governo do estado fazer o seu papel para autuar, mas não oferece uma central do cidadão para agilizar pagamentos

 

Nos parece que governo do estado tem procurado fazer captação de recursos com apreensões de veículos e motos pelo interior do estado potiguar, até aí nada que abone a ação que tem como propósito regularizar situações pendentes e zelar pela vida humana.


Mas


No caso de Macau e algumas outras cidades da região Costa Branca, as apreensões se tornam um verdadeiro acinte ao cidadão, uma vez que o CPTRAN’s se encontra na cidade, desde de ontem(06), realizando apreensões, em especial de motos irregulares .


Então


Você pode até questionar o que os agentes de trânsitos estão fazendo de errado com estas apreensões?


No caso de Macau e região


O governo do estado disponibiliza equipe do CPTRAN’s para fazer com que o cidadão regularize situação de documentos atrasadas e outras pendências, mas não faz com que a central do cidadão funcione para que os macauenses paguem suas dívidas referentes ao veículo motorizado, já que a central de Macau se encontra sem o funcionamento do DETRAN, diferentemente de outros centrais da região potiguar.


Moral da história


O macauense que quiser quitar sua dívida após apreensão de moto, deverá se deslocar para as cidades de João Câmara e Assú, mas quando retornam os seus motorizados já não se encontram na cidade.

Acarretando assim mais prejuízo para que o cidadão possa reaver seu veículo motorizado. Pois a moto se deslocará para a capital e o proprietário pagará o dobro com deslocamento e taxas de condução do guincho pela apreensão.


Enfim


O governo faz o seu papel muito bem para fiscalizar, prender e multar - agora para oferecer cidadania com uma central do cidadão funcionando na cidade  de Macau - isso não acontece com a mesma propriedade.

 

Imagem ilustrativa


Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.