22 de abril de 2021

Em Macau a covid-19 “ ta fazendo estrago” por todos os lugares

 

Utilizando parte da expressão popular para identificar o estrago que a covid-19 ta fazendo em Macau nesse mês de Abril.

Em menos de 7 dias a cidade viveu a perda de mais de 5 pessoas queridas para a covid-19, enquanto essa situação vem ocorrendo com mais frequência nos últimos dias na cidade salineira a população fica sem entender o que está havendo para tamanho estrago.

O entendimento para tudo isso que ocorre na cidade cada um possui o seu – alguns com posições mais fortes, outros menos  - mas a verdade é que o município precisa de uma ação urgente de conscientização social de enfrentamento à covid; seja com agentes visitando residências e conscientizando cada morador, seja com ações de barreiras sanitárias, seja com decreto para “frear’ tamanho crescimento com mortes na cidade, seja com testagem na população para controlar e mensurar o estrago que o vírus tá fazendo na cidade.

Alguma coisa precisa ser feita

Pois ficar do jeito que estar é impossível se pensar. Não estou procurando culpados, o objetivo deste contexto é abrir os olhos de quem tem o poder para reagir, fazer uma reflexão na população que começa a ter medo ao ver seus amigos indo embora sem se despedir e, principalmente, sem que nada possa ser feito para amenizar tamanha dor.

Então

É preciso da essa resposta ao povo, já que a covid-19 não nasce em plantas, nem tão pouco é cultivada pelos quintais da nossa cidade. Se algo tá acontecendo para levar tantos macauenses em poucos dias, se faz preciso ‘abrir os olhos’ para enxergar de fato que a pandemia em Macau tá ficando fora de controle - isso ninguém quer – Tô certo ou tô errado?

Sem falar que nos últimos 15 dias a covid-19 já levou de Macau o eterno sambista Chiquinho catapirra, Flavinho Premoldados, a professora Lilia( inicio dessa semana), Francinaldo(dia 21), Westerley(dia 20) e Dona Nira(dia 22). Nesse momento Macau perde mais um, dessa vez a covid-19 leva o  Sr Zé Almeida(pai de Joelma, esposa do vereador Marcos Cabral).


Hoje Macau perde mais um filho, Zé Almeida

.