16 de março de 2021

Imunização lenta leva mais de 2.400 cidades à busca por vacina, incluindo Pendências, Alto do Rodrigues, Porto Mangue e Carnaubais

 

O presidente Jair Bolsonaro sancionou a lei que permite que estados e municípios comprem vacinas contra a Covid-19, após o Supremo Tribunal Federal (STF) autorizar a aquisição e distribuição dos imunizantes por estados e municípios caso o governo federal descumpra o Plano Nacional de Imunização. Com o respaldo legal, diversas regiões já organizam compras próprias.

O Consórcio Nacional de Vacinas das Cidades Brasileiras (Conectar) soma 2.425 cidades que manifestaram interesse em adquirir os imunizantes a quase 150 milhões de brasileiros (veja mapa abaixo). Porém, enquanto há de um lado o interesse em agilizar o processo de aplicação das doses contra o novo coronavírus, esse cenário também cria debates sobre os riscos de ampliação de desigualdades com as aquisições por cada município ou estado.

Macau

Até o momento – como apresenta o mapa – Macau ainda não sinalizou se vai  participar do O Consórcio Nacional de Vacinas das Cidades Brasileiras (Conectar), cidades como Pendências, Alto do Rodrigues, Porto Mangue e Carnaubais já confirmaram adesão.



.