10 de março de 2021

Em seu Iº mandato, Vereador Baéga demonstra com atitude que vai defender sempre aquilo que acredita sem criar indisposição com o governo

 

Vereador Baéga  com o prefeito ZAMenezes; ambos possuem compromisso com o esporte salineiro

O vereador Baéga, mesmo em primeiro mandato, demonstra que ser aliado do governo não significa que deve fechar os olhos para aquilo que defende e acredita. Até porque o bom político não pode ser um contumaz cobrador de gestões passadas e se calar assim que se torna governo.

Porque digo isso

Porque recentemente foi colocado em pauta proposição do vereador Oscar que visava beneficiar o esporte como um todo da região salineira, já que esta proposição solicitava o retorno do fundo municipal do esporte, solicitação esta que obteve apenas o apoio dos vereadores Oscar Paulino(PSD), Chico baixinho(Republicanos) e Baéga(DEM).

Então

Os desportistas salineiros têm consciência que a suspensão do fundo municipal de esporte já existe desde de março de 2020, isso é fato. Pois com pandemia não há esporte para se praticar e, possivelmente, deve retornar assim que passe esse momento pandêmico.

Mas

É importante destacar que mesmo estando inviabilizado nos dias de hoje esse repasse ao esporte, os vereadores poderiam ter ficado a favor porque os recursos não sairiam de imediato. É importante compreender que ao terminar a pandemia estes recursos serão fundamentais ao esporte salineiro, ou não?

Sobretudo

Porque a solicitação estando aprovada haveria uma certeza que ao término da pandemia estes recursos estariam assegurados de alguma forma, sem a necessidade qualquer para ativação deste dispositivo. Mas há quem acredite que não precisava de nada disso, Oscar pretendia fazer politica apenas.

Por via das dúvidas

O vereador Baéga - que possui uma base forte no seguimento esportivo - não pensou duas vezes, foi a favor da solicitação consciente que não estava em nenhum momento indo para o embate, nem muito menos mandando recado para o governo. 

Votou porque era a coisa certa a fazer naquele momento, já que com esta pandemia não há como realocar recursos para o esporte que não se pode praticar e não estaria colocando o governo em saia justa. Mas o vereador seguiu seus princípios, seu compromisso com o esporte sem prejudicar seu entendimento com o governo.

Enfim

Por ser um vereador de primeiro mandato compreendeu a situação muito bem; seguiu em defesa de uma de suas bandeiras de campanha que é o esporte e, ao mesmo tempo, não ficou em situação desconfortável com o governo que no momento certo deverá cumprir sua parte com o esporte salineiro.

Moral da história

Baéga demonstra na prática aquilo que sempre digo; para qualquer cidadão se tornar aliado de um governo não significa ter que andar sempre de  cabeça baixa feito jumento.


.