6 de novembro de 2020

Com as mesmas práticas, eleitor salineiro corre o risco de eleger mais do mesmo para CM de Macau

 


Quando passa a eleição e dar-se início os debates na CM de Macau, população sempre que podem reclamam da falta de compromisso dos vereadores para com as necessidades básicas da comunidade. Essa é a cantiga da internet que perdura por muito tempo nas redes sociais

Mas

Quando chega o momento das eleições - grande parte destes críticos dos edis – só votam nas urnas com candidatos que não possuem compromisso com o povo e muito menos com a cidade, o eleitor procura votar no candidato mais capitalizado.

Para o eleitor não interessa que este candidato tenha sido omisso, nunca tenha falado com ele, nunca tenha posicionado em defesa dos macauenses - para o eleitor salineiro o que basta é o candidato assumir o compromisso antes da eleição – passado 1 ano das eleições começa os xingamentos nos edis que foram eleitos.

Portanto

A oportunidade que o eleitor tem para mudar o quadro no legislativo de Macau - onde salva-se com raras exceções nomes como Gia e Dyana Lira que buscam reeleição ou Italo e Kekel( que não estão na reeleição)  – o eleito demonstra mais uma vez querer votar em candidatos despreparados, mas que tenham debaixo do braço o capital, a telha , a areia, a cerâmica  e o cimento para preencher a cabeça e o bolso desse eleitor. Mas depois reclamam do que eles foram pagos para escolher. 

Desconfiança

Isso é fruto da falta de confiança do eleitor para com seu candidato e do candidato para com seu eleitor. Mas também ressalto que tem muita gente boa para ser votada nessa eleição com o objetivo de querer prestar  grande serviço à população.


 


Nenhum comentário:

Postar um comentário