6 de agosto de 2020

Com exceção de kekel, vereadores governistas e oposicionistas se unem mais uma vez para dá atestado de honestidade ao vereador Pintinho


Todos sabem das críticas que os vereadores governistas faziam a gestão do vereador Pintinho na CM de Macau, como também sabe das críticas que os vereadores oposicionistas faziam sobre a mesma questão. Principalmente sobre o valor de R$ 103 mil reais que o presidente deixou para outra mesa diretora assumir pagamento, mesmo descontado no contra cheque de cada servidor.

Mas

Na oportunidade que tiveram para tentar averiguar se o que eles falavam nos bastidores eram verdades, preferiram colocar uma pá de cal do que fazerem o seu papel de fiscalizar e cobrar providências.

Sobretudo

Quando por 10 x 1, arquivam denúncia feita por macauense contra o vereador Jairton Medeiros(Pintinho).

Pulga atrás da orelha

Já pensou se essa denúncia fosse realizada por Pintinho contra os vereadores; Gia, Italo, Kekel e Dyana Lira, será que os vereadores governistas teriam votados em favor do arquivamento também?

Moral da história

Sem o voto de Dyana Lira que se absteve, o voto de Pintinho que não podia votar, a denúncia do macauense só obteve o voto do vereador Kekel. Isso prova – pelo menos nesse contexto -  que os edis votaram  a favor de Pintinho numa “possível gratidão” aos votos para derrubar o requerimento do vereador Kekel que tratava do arquivamento do pedido de Rômulo para reabertura das contas do ex-prefeito de Zé. 

Porque não é comum esse tipo de comportamento diante de tudo que os vereadores oposicionistas sofreram quando PINTINHO era presidente da CM de Macau, digo isso em relação as reclamações que os mesmos faziam do então gestor. 

Os vereadores oposicionistas votaram para justificar o voto que obteram recentemente, ou não?...


Nenhum comentário:

Postar um comentário