14 de julho de 2020

União da oposição passa pela idéia de não aceitar "novidades politicas" que nunca externaram opinião em defesa de Macau

Temos visto três grupos que formam parte da oposição de Macau se movimentarem nos bastidores com seus pré-candidatos.

Zé Antônio que não é afeito as discussões nas redes sociais, vem recebendo apoio de macauenses em matérias que retratam seus feitos.

Rodrigo Aladim que montou um grupo forte para as eleições, já se movimenta com mídias identificando os apoiadores do seu projeto político.

Lenilson Ramos que vem se movimentando com dialogo com várias frentes de oposição, tem acesso também a grupos mais radicais de oposição. Diante deste comportamento se apresenta como algo novo na política de Macau.

O detalhe

Não se ver tanta movimentação na terrinha de outros movimentos politicos, a não ser do grupo do prefeito TLemos.

Baseado nesse entendimento midiático

Percebemos que nesse momento político que vive a cidade do sal – pelo menos no entendimento daqueles que dão suporte a pré-candidatura destes lideres - não aceitam nomes para o executivo empurrados de goela adentro que nunca defenderam Macau para nada.

Então

Se isso for uma verdade não apenas de discurso nas redes sociais e rodas de conversas, o nome que deve ser o grande adversário do prefeito TLemos já se encontra nas ruas, pois grande parte das lideranças que formam a oposição não aceitam novidades, que por ventura, possa cair de paraquedas nessa eleição.


Nenhum comentário:

Postar um comentário