16 de junho de 2020

Mais de 8 mil servidores no RN não tem muito do que reclamar de políticos corruptos, quando tem oportunidade se comportam do mesmo jeito


Grande parte do servidor norte-rio-grandense tem costume de identificar a corrupção praticada por políticos, mas na oportunidade que este mesmo povo tem a chance de fazer algo diferente se comportam como os políticos que eles criticam.

Veja bem

Um cruzamento de dados feito pela Controladoria Geral da União (CGU) e o Tribunal de Contas do Estado do Rio Grande do Norte (TCE) apontou que 9.867 servidores públicos estaduais e municipais podem ter recebido o auxílio emergencial de forma indevida. O montante total pago aos servidores foi de quase R$ 6,6 milhões por parcela.

O detalhe

O levantamento consta em um relatório produzido em conjunto pelos dois órgãos datado de 16 de junho e envolve servidores ativos, aposentados e pensionistas. Como critério de cruzamento de dados, foi utilizado o número do CPF. A CGU e o TCE cruzaram os dados de pagamentos do auxílio emergencial com as folhas de pagamento municipais e estadual.


Um comentário:

  1. Infelizmente...essa CULTURA ESDRÚXULA perdura em nosso meio; É tão IRÔNICO quanto abrir a boca, falar e apontar o dedo para os demais condenados "CORSÁRIOS".

    ResponderExcluir