19 de fevereiro de 2020

MPRN recomenda combate à poluição sonora em Itajá e Ipanguaçu



O Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN), por meio da Promotoria de Justiça de Ipanguaçu, publicou no Diário Oficial do Estado (DOE), recomendação para orientar sobre poluição sonora. O documento é direcionado aos gestores das cidades de Ipanguaçu e Itajá, aos proprietários de bares e às autoridades policiais daquelas localidades. Nele, o MPRN esclarece que além de ser uma infração, a poluição sonora representa ofensa à ordem pública, na medida em que perturba a paz e a saúde da população.

Para os proprietários de bares, estabelecimentos congêneres, a recomendação versa desde o volume de som mantido no local, até a proibição de que os clientes utilizem os aparelhos de som em veículos em volume que possa incomodar o sossego alheio e a comunicação dos casos em que o cliente se negar a desligar o som à autoridade policial, por exemplo. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário