10 de fevereiro de 2020

Mesmo registrando parto cesariano, ainda causa preocupação situação do HAF


Preocupado com a situação administrativa e funcional do Hospital Antônio Ferraz diante da greve que tomou conta deste ambiente na última semana, prefeito TLemos convoca secretária da pasta para montar estratégia que possa amenizar a triste situação da saúde pública de Macau.

Pois bem

A secretária Sâmia Morais definiu estratégia juntamente com a diretora Tilli  Alves Guimarães, do Hospital Antônio Ferraz(HAF) e, recebendo o apoio do prefeito Túlio Lemos, evitando que houvesse prejuízo para a população, seja nas Unidades Básicas de Saúde, quanto no Pronto Socorro “Alfredo Teixeira” ou no hospital municipal.

Se respaldando com profissionais comprometidos com a saúde dos macauenses, a cúpula da secretaria de saúde conseguiu prestar os mesmos serviços de anteriormente, mesmo com a paralização de 70% dos Efetivos da Secretaria de Saúde.

Desde a quarta-feira, no Hospital Antônio Ferraz, o dr. Luciano Araújo Lopes e sua equipe atendeu normalmente à clientela e também às parturientes Maria Gilza Rodrigues e Valéria Cristina Moura que deram à luz a Melissa Gabriele e Estêvão Benjamim, em partos cesarianos, na última sexta-feira, com o apoio de toda a equipe.

No entanto

Mesmo com o conteúdo positivo distribuído nas mídias pela gestão municipal, percebe-se que a grita social sobre pagamentos e a situação do ambiente hospitalar é de extrema preocupação, uma vez que além dos salários que os funcionários cobram por regularização também existe a preocupação com um ambiente hospitalar de péssima qualidade para o funcionamento diário.

Tentado tranquilizar, Diretora do HAF segura criança apos parto cesariano

Nenhum comentário:

Postar um comentário