22 de janeiro de 2020

Em audio que vazou de reunião, prefeito TLemos é acuado por servidor e desmentido publicamente que a saúde funciona na cidade



Em recente reunião realizada com sindicalistas na prefeitura de Macau, prefeito TLemos foi cobrado por servidores que questionaram;

“ Antes o Sr dizia que tinha dinheiro , não tinha gestão. Hoje tem dinheiro e cadê  a gestão. Mais de R$ 10 Milhões entrou nos cofres municipais em dezembro de 2019, cadê as obras?...Nada funciona. ” Questionou o macauense, servidor público, Chicão( em áudio que vazou e tomou conta das redes sociais de Macau).

Mesmo assim o prefeito tentou argumentar, dizendo “ temos gestão , o Hospital Antonio Ferraz está funcionado é melhor que uma obra”.

Mas

Para surpresa de muitos que participaram da reunião com o prefeito TLemos , no dia de ontem(21) – que até aquele momento não tinham conhecimento -  que a empresa que presta serviços com ambulância no município salineiro havia soltado uma nota que vai retirar os veículos de circulação, segundo a nota da empresa Santos e Fernandes Eireli o município de Macau, na gestão TLemos, está devendo 77 parcelas, no valor de  R$ 454.002,00( quatrocentos e cinquenta e quatro mil, e dois reais).

Moral da história

Prefeito ficou acuado por servidor e logo em seguida foi desmentido publicamente que o hospital estivesse funcionando a contento, pois se o serviço com transporte de ambulância está na iminência de ser retirado não é salutar o prefeito dizer “ que a saúde funciona”.

Veja nota da empresa



Nenhum comentário:

Postar um comentário