20 de novembro de 2019

Preocupado com possibilidade IMINENTE de afastamento do cargo, prefeito salineiro emite nota à imprensa

Após ministro Alexandre de Moraes, acatar pedido de liminar, impetrado pelo procurador da Câmara Municipal de Macau, Advogado Einstein Barbosa, com o objetivo de referendar ao legislativo municipal, ato de legalidade para aceitar denúncia contra o prefeito Túlio Lemos por irregularidades no cargo, por maioria simples, prefeito salineiro apresenta nota de esclarecimento,

Nota do Prefeito macauense


Em relação ao recebimento da denúncia contra mim na Câmara Municipal de Macau, cabe esclarecer que:

1- A gestão recebe a denúncia com naturalidade e que não há possibilidade, hoje, do mandato, conquistado pelo voto popular, estar em risco, como especulam alguns integrantes da oposição. Essa decisão que permite o recebimento da denúncia, por meio de um decreto de 1967, da época da Ditadura Militar, permite recebê-la por maioria simples como aconteceu, mas, para afastamento , são necessários os votos de dois terços dos vereadores. A oposição não possui os dois terços, logo o mandato não está em jogo. A nossa bancada tem se mantido coesa, unida e coerente e é limpa e comprometida com Macau. Assim, tal informação é inverídica com o claro objetivo de criar uma instabilidade política na nossa cidade;

2 - Quanto à denúncia que foi alvo do processo, ela é uma denúncia absolutamente inconsistente, vazia e descabida de verdadeiros embasamentos legais. Se houvesse algo consistente, esses denunciantes encaminhariam o caso para a Justiça ou para o Ministério Público. Como não há, fazem politicagem suja na própria Câmara Municipal. Nunca, em toda a minha gestão, houve denúncias de roubo, corrupção e desvios de dinheiro público como aconteceu nas últimas gestões. Essa é a revolta da banda podre da oposição de Macau e o real motivo da denúncia;

3 – Essa será uma oportunidade de desmascarar os corruptos que respondem a processos e que buscam alguma forma de retomar antigos esquemas corruptos instalados em gestões anteriores em nossa cidade. Vamos mostrar quem são os vereadores que integram a banda podre da oposição de Macau e isso vai ser importante para separar quem é da oposição que faz um trabalho correto de fiscalização e cobrança por melhorias, desses outros que respondem a processos e que só querem provocar instabilidade política. A Câmara, antes de querer fazer algo contra mim, deveria voltar sua atenção para os próprios integrantes que compactuam com esquemas corruptos. Deveria cortar a própria carne, pois lá há casos comprovados de corrupção protagonizados por parlamentares e a Casa preferiu esconder a sujeira para debaixo do tapete da impunidade.

Por fim, convoco todos a se unir por Macau, um município que possui uma despesa na ordem dos R$ 8 milhões por mês mas com receitas que não chegam a R$ 6 milhões e que, mesmo assim, nossa gestão não deixou que nenhum dos serviços fossem paralisados. Apesar da crise financeira que atinge Macau há meses, com despesas maiores que as receitas, a atual gestão tem mantido todos os serviços em pleno funcionamento. Agora é o momento de nos unirmos por recursos, por mecanismos que gerem emprego e renda e para superar a crise financeira, e não de provocar crises políticas baseadas em politicagens sujas, baixas lideradas por criminosos. Estive, estou e estarei sempre de cabeça erguida para enfrentar qualquer situação. A vergonha que Macau passava nas páginas policiais da corrupção, acabou. É um passado que não voltará jamais. O meu mandato foi dado por Deus e materializado pelo voto popular. A porta que Deus abre, o homem não tem força para fechar. Vamos vencer mais essa batalha da perseguição contra nós. Porque, para DEUS, nada é impossível!!!
Que Deus nos abençoe a todos.

Tùlio Lemos
Prefeito de Macau


Nenhum comentário:

Postar um comentário