5 de setembro de 2019

Que gestão: Após CAMBÃO da UNISAL macauenses realizam campanha em frente ao MPRN para doar alimentos à servidores municipal



Enquanto o prefeito TLemos participa de reunião com o MPRN na tarde de ontem(04), trabalhador municipal de Macau sofre, padece, se humilha para receber seus salários.

Mais uma vez

O prefeito salineiro esteve com a representante do MPRN em Macau justificando sua falta de gestão - nesse mesmo momento macauenses realizavam uma campanha em frente do próprio MPRN – o propósito da manifestação era de arrecadar  alimentos para servidores que  estão com salários atrasados por mais de seis meses.

UNISAL

Momento que macauenses entregam sua contribuição

Recentemente a empresa Unisal/SP apareceu como a empresa terceirizada que deveria cuidar dos contratos municipais, assim foi feito. A empresa passou a contratar vários macauenses a pedido do prefeito TLemos, já que o município necessitava de funcionários em vários setores de gestão pública municipal.

Cambão com aval municipal

O tempo passou, o povo trabalhou e só recebeu 1 mês e 15 dias dos oito meses trabalhado em 2019. A UNISAL sem aguentar com tamanha falta do município na condução dos pagamentos - e após sentirem que levaram um cambão de R$ 1,5 milhão -  representantes da empresa dormem na cidade salineira e não amanhecem.

Moral da história

Servidores contratados que trabalharam na EMPRESA UNISAL a pedido do prefeito TLemos, receberam apenas 1 mês e 15 dias dos 8 meses em questão e ficam sem salários, sem perspectivas, sem rumo e sem comida. 

Sendo preciso macauenses fazerem campanha em prol destes servidores que são humilhados feito escravos sem que nenhum órgão de justiça tome as devidas providências.




Nenhum comentário:

Postar um comentário

gatofelix


.