31 de maio de 2019

Senado empurra votação de MPs para o último dia de vigência

Postado por Irineu Cândido


O Senado adiou para segunda-feira (3) a votação da Medida Provisória 871/2019, que estabelece formas de combate a fraudes nas aposentadorias rurais. Na noite de quarta (29), o presidente da Casa, Davi Alcolumbre (DEM-AP), anunciou no plenário que havia um acordo para votar a MP hoje de forma simbólica, mas a oposição reagiu e ameçou fazer uma verificação de votação, caso em que os parlamentares precisam declarar o voto. A estratégia abriria caminho para uma eventual derrota do Planalto, já que a Casa está esvaziada.

A MP perde a validade no dia 3 de junho, na próxima segunda-feira. Presente no plenário do Senado nesta manhã, o secretário especial da Previdência, Rogério Marinho, tentou que a MP 871 fosse apreciada sem sustos. Ele negociou uma estratégia ao lado do líder do governo na Casa, senador Fernando Bezerra (MDB-PE), para jogar o prazo de vencimento da MP para o dia 4.