23 de janeiro de 2019

Vários “pais da criança” apareceram para indicação da 6ª DIREC, mas porque não lutaram com mesma intensidade contra o fechamento da UERN em Macau?

Postado por Irineu Cândido

O que mais se viu de ontem(22) para hoje(23) nas redes sociais foi a identificação dos “pais da criança” em relação a nomeação da diretora da 6ª DIREC de Macau, TLemos, Dr ELemos, Pintinho, PCdoB e Dep Fed Natalia Bonavides foram os nomes mais identificados para mostrar ao povo salineiro o fortalecimento deste grupo político junto ao governo PTista.

Pois bem


Enquanto esse grupo de políticos se reuniam frequentemente na busca de ser atendidos com atos do governo estadual para assuntos de interesses políticos e pessoais, polo da UERN de Macau fechava as portas e nenhum destes envolvidos soltou uma virgula negativa com o fechamento desta instituição.

Fato

Foto ilustrativa de conclusão de curso na UERN

O grupo do PCdoB em Macau é composto em grande parte de educadores de carreira que fazem parte do segmento educacional na UERN e UFRN, mas em nenhum momento nenhum destes estendeu a bandeira de luta em busca de novos cursos para a instituição que possam atender com dignidade os estudantes salineiros, uma vez que a última turma existente no polo da UERN concluiu sua parte acadêmica em 2018.

Pois é

Fazer política pensando somente no próprio umbigo é bom demais - agora estender uma bandeira de luta que possa beneficiar Macau e seus macauenses nenhum dos envolvidos estendeu – já que o dia de ontem(22) serviu para que todo material da UERN fosse envelopado para ser transferido imediatamente para a cidade de Assú.

Enfim

Fica comprovado mais uma vez que os políticos salineiros quando tem oportunidade se preocupam somente com seus interesses pessoais - os estudantes que são os grandes interessados nessa questão que corram atrás do seu prejuizo – com esse tipo de políticos que temos na nossa cidade,  Macau perde mais uma instituição para a cidade de Assú, foi assim também com a receita federal.