7 de janeiro de 2019

O medo predomina: Macau sofre por falta de ação administrativa e agora sofre com falta de segurança pública


Que a cidade salineira está entregue ao Deus dará ninguém tem dúvidas disso - além do abandono público em vários setores do município – o macauense sofre agora com os constantes assaltos na cidade.


Com um efetivo policial reduzido a mais de 4 anos os macauenses vem sofrendo ao longo desse tempo com o clima de insegurança quem predomina pior todos os recantos da região salineira -mesmo o prefeito TLemos sendo amigo do governo na última gestão estadual - não teve pulso para resolver a situação da segurança pública do município.

Hoje

Os macauenses pagam caro diante da tamanha falta de segurança, tem sido constante os assaltos na cidade onde os macauenses já se sentem inseguros ao bater um papo na própria calçada.

Medo

Recentemente dois meliantes fizeram uma arrastão nos pequenos comércios da cidade, no final de semana os mesmos meliantes assaltaram mais três comércios, ontem assaltaram Açaí do samuka( colocaram a arma na cabeça de um evangélico) e logo em seguida um roubo de moto na praia de camapum.

Por fim

Para muitos cidadãos salineiros em Macau falta de tudo; do prefeito a uma justiça social que não funciona diante de tanto desmando público, social e administrativo.