3 de outubro de 2018

Eleições: Uso do adesivo de Lula como candidato pode acabar em prisão

Postado por Irineu Cândido


As polícias rodoviárias federal e estadual no RN devem parar veículos com adesivo de Lula como candidato à Presidência da República. E orientar os motoristas que retirem a propaganda. A recomendação para que os policiais hajam dessa forma foi expedida pelo Ministério Público Eleitoral (MPE).

De acordo com o documento, a propaganda com o ex-presidente tornou-se irregular a partir do momento que sua candidatura foi indeferida pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE). A partir deste ato, Lula ficou proibido de fazer qualquer ato de campanha, o que inclui os adesivos.

Na recomendação é observado que “infelizmente” tais decisões não foram suficientes “para conter a – agora ilícita – pretensão eleitoral de alguns apoiadores da Coligação “O Povo Feliz de Novo”.