.

Após cinco reuniões, prefeito Allyson não atende nenhuma reivindicação do servidor

 

Defato.com


Nesta quinta-feira, 1º de julho, os membros do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Mossoró (SINDISERPUM) se reuniram em assembleia para discutir sobre as reuniões ocorridas nas últimas semanas, com a gestão municipal. O sindicato conversou com os secretários de Saúde, de Mobilidade Urbana e com o prefeito, Alysson Bezerra.

A audiência com o prefeito ocorreu na última quarta-feira, 30, e, segundo a diretoria do sindicato, não rendeu nenhuma resolutividade das pautas de reivindicação.  “A audiência com o prefeito ficou presa ao simples diálogo. Ou seja, não teve nenhuma resolutividade em relação às pautas do sindicato”, informou a diretoria.

De acordo com o Sindiserpum. Allyson Bezerra argumenta que está pagando o salário em dia e que, em cumprimento à Lei Federal nº 173/2020, não pode ocorrer alteração de despesa na folha salarial das prefeituras. “O prefeito se prende ao discurso de que não pode alterar a folha salarial. Mas, o sindicato defende que as mudanças de níveis e classes, e a progressão salarial não é vedada nessa lei. Porém, o prefeito se agarra a ela com muita força e como justificativa. Em resumo, a audiência não saiu dos argumentos e das justificativas”, informa.

Os servidores municipais se mostraram muito descontentes com o tratamento dado pelo prefeito de Mossoró às reivindicações apresentadas. O Sindicato informou ainda que vem recebendo muitas reclamações sobre intimidação e assédio moral de servidores em seus ambientes de trabalho. “O sindicato está combatendo isso, inclusive falou sobre essa situação, durante a audiência com o prefeito”.

Embora os servidores estejam insatisfeitos com essa situação, ficou definido que a categoria não irá realizar a parada de advertência, como havia previsto. “Quanto à assembleia, a categoria entendeu que ainda não tem um acúmulo de força necessária para uma parada de advertência, principalmente pelo contexto que nós vivemos, nessa situação de pandemia, que tem dificultado a possibilidade e dar uma resposta mais incisiva para a gestão e mostrar ao prefeito a força da categoria”, informa a diretoria.  

 


Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.