.

Aglomeração em camapum se torna mais uma vez alvo de debate nas redes sociais de Macau

 

Mais uma vez as redes sociais de Macau voltam a questionar aglomerações na Praia de camapum, o fato ocorreu novamente em pleno domingo.

O detalhe



Como muito bem disse a governadora Fátima, ao apresentar twitter sobre o quadro da covid-19 no território potiguar, até parece que essa realidade não atinge a cidade salineira de Macau. Pois mesmo com a presença do aparato policial, a praia de Camapum estava do jeito que a covid-19 gosta.

O decreto

O Decreto 30.641/2021, cuja vigência se estende até 23 de junho, diz que; “ fica mantido o “toque de recolher” como medida para reduzir o fluxo populacional em ruas e espaços públicos evitando aglomerações, das 22h às 05h da manhã do dia seguinte, inclusive nos domingos e feriados.”

Então

Se o decreto estadual destaca que não pode haver fluxo para aglomeração – isso quer dizer em nenhum horário, o horário identificado serve apenas como parâmetro, já que a noite é o que pode ser mais atingido e necessitar de ação policial. No caso de Macau esta realidade é inversa, aglomeração acontece em grande na parte no horário vespertino – não importa se o decreto se dá início das 22hs00 às 05hs00, o conceito do mesmo serve para não haver aglomeração, não apenas no determinado horário, em horário algum.

O detalhe

O prefeito salineiro tem dado suporte aos setores de segurança pública para que não aconteça o que está acontecendo em camapum nos domingos, talvez por isso o questionamento nas redes sociais. 

Mas vale salientar que aos sábados, na parte da noite, a segurança funciona com devido cuidado para não aglomerar, mas quando chega o domingo a tarde é aquele Deus nos acuda.

 

Veja:









Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.