.

Vice-presidente destaca que CPI da Pandemia é "aquela geração de atrito que não leva a nada"

 

A  determinação do ministro Luís Roberto Barroso do Supremo Tribunal Federal para que o Senado instale uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para apurar a conduta do governo no enfrentamento à pandemia de covid-19 vai atrasar o andamento das reformas no Congresso.

A avaliação é do vice-presidente Hamilton Mourão. Segundo ele, o país vive um momento complicado que necessita de união e uma CPI vai gerar discussão "atrito que não leva a nada", afirmou. 
 
Mourão também disse uma paralisação nos trabalho do Congresso é ruim para todos. "Vamos ficar estagnados, não vamos conseguir gerar mais empregos, mais renda. Discussões mais importantes que precisam avançar", concluiu.



Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.