.

Medicamentos que formam o kit intubação podem faltar em mais de mil cidades brasileiras

 

A intubação auxilia na respiração por meio de um tubo colocado na garganta


Uma pesquisa divulgada nesta quinta-feira (1°) pela Confederação Nacional de Municípios (CNM) mostra que há risco de falta dos medicamentos do "kit intubação" em 1.141 municípios; conjunto de anestésicos, sedativos e relaxantes musculares é necessário para realizar o procedimento em casos graves de covid-19. 

O relatório também aponta que há risco de desabastecimento de oxigênio medicinal em 625 municípios. “O percentual de municípios com risco para falta de oxigênio e dos medicamentos do ‘kit intubação’ teve queda pouco expressiva, apontando que o problema continua sendo uma grande preocupação”, diz a nota divulgada pelo CNM.

O levantamento foi realizado entre os dias 29 e 31 de março, com 2.553 municípios de todos os estados e do Distrito Federal. Os prefeitos responderam perguntas referentes ao estoque de oxigênio medicinal, dos insumos farmacológicos necessários para o procedimento de intubação, sobre a distribuição de vacinas e medidas de restrição que estão sendo adotadas.


Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.