.

Gás de cozinha no Rio Grande do Norte supera R$ 90 reais

 

Com mais um aumento no preço médio de venda do Gás Liquefeito de Petróleo (GLP) em 5,1% anunciado pela Petrobras, o preço do botijão de gás de 13 Kg deverá chegar à casa do consumidor do Rio Grande do Norte a um valor médio acima dos R$ 90. A previsão inicial é de que o produto seja comercializado com o novo preço já a partir desta quarta-feira (10), segundo o Sindicato dos Revendedores Autorizados de Gás Liquefeito de Petróleo (Singás-RN).

“Essa infelizmente é a realidade que estamos vivendo. Nós fomos novamente surpreendidos por mais um aumento da Petrobras. Esse é o 12º aumento consecutivo, e o segundo já registrado este ano”, explicou o presidente do Singás-RN, Francisco Correia.

Em janeiro, o preço médio do botijão já havia se aproximado dos R$ 90 no estado após o primeiro reajuste feito pela Petrobras ainda no início do mês de janeiro.

“São 12 aumentos sem justificativa nenhuma. Não houve aumento de derivado, não houve aumento de petróleo, não houve aumento de nada. O único aumento que houve foi a margem de lucro da Petrobras”, explica Francisco Correia.

“Mais uma vez teremos que repassar esse aumento a partir de hoje (ontem) para todo Rio Grande do Norte. Esse aumento vai variar, dependendo do município, de R$ 5 a R$ 6 de aumento, podendo chegar a ser até mais”, lamenta.

Segundo o presidente da Singás, a recomendação é de que os botijões que ainda estão em estoque nas revendedoras sejam negociados ainda pelo preço antigo e que o novo valor só seja repassado à população após isso.

 

Portal RN


Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.