.

Justiça nega pedido para adiamento do ENEM

 


Uma decisão da Justiça de São Paulo negou nesta terça-feira (12) o pedido de  adiamento do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) feito pela Defensoria Pública da União, na última sexta-feira (8), por conta da alta de casos e mortes por Covid-19 em vários estados do Brasil. 

A aplicação da prova está prevista para os dias 17 e 24 de janeiro na modalidade presencial. Nos últimos dias, cresceu a pressão sobre o governo para a remarcação da prova , que já havia sido adiada no ano passado em função da pandemia do novo coronavírus.

No despacho, a juíza Marisa Claudia Gonçalvez Cucio, da 12º Vara Cível de São Paulo, argumenta que o cenário epidemiológico varia em cada região do país. Por esse motivo, a avaliação acerca da segurança sanitária para a realização da prova ficaria sob a responsabilidade de " autoridades locais ".


Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.