.

Covid-19: SESAP observa que o RN tem quase 500 mortes em investigação

 


A última atualização da Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) aponta que o Rio Grande do Norte tem 492 mortes em investigação para o novo coronavírus. A assessoria da pasta estadual confirmou que esse é o maior número desde o início da pandemia, em março do ano passado.

Esses óbitos estão espalhados por 93 municípios potiguares, o que representa 55% das 167 cidades que compõem o território potiguar. Natal é o município do estado com o maior número de mortes em investigação. A capital do RN somava até esta quinta-feira, 7, o total de 141.

Mossoró vem logo em seguida com 43 mortes que estão em investigação se a causa do falecimento foi a SARS-Cov-2, vírus causador da doença. Macaíba tem 34 e Parnamirim 31 óbitos em investigação. Caicó fecha a lista das cinco cidades com mais mortes nessa situação. O município do Seridó tem 20 em investigação.

O número de 492 mortes em investigação é o mesmo do registrado no boletim da última quarta-feira, 6. No dia anterior, eram 478. Na segunda-feira, 4, o estado tinha 475. Por três dias seguidos (31 de dezembro de 2020 e 1º 2 de janeiro de 2021) o RN contabilizava 474 mortes em investigação.

O número de óbitos em investigação cresceu 8,33% em 15 dias. Em 24 de dezembro, véspera do Natal, o Rio Grande do Norte somava 451 mortes nessa situação. Nesta quinta-feira, 7, eram 492.

 


Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.