.

COVID-19: Caicó exonera CC's por tomar vacina de forma irregular, procedimento que não acontece em áreas da região salineira

 


Dois servidores comissionados da prefeitura de Caicó, na região do Seridó potiguar, foram exonerados por furarem a fila de vacinação contra a Covid-19. Almir Pereira de Araújo Neto e Jedson Juan Alves Cardoso tomaram a vacina, mesmo sem integrarem o grupo prioritário dessa primeira fase da campanha, e ainda postaram o feito nas redes sociais.

A repercussão do caso foi a pior possível, o que forçou o prefeito Doutor Tadeu (PSDB) a publicar portaria demitindo os espertalhões.

Foram exonerados Almir Pereira de Araújo Neto era subcoordenador de Saneamento e Oficina Sanitária, e Jedson Juan Alves Cardoso, dirigia um dos departamentos da Central de Abastecimento Farmacêutico.

De acordo com a prefeitura, Almir Pereira e Jedson Luan, apesar de não estarem na linha de frente de combate à pandemia, participam do esquema logístico de distribuição das doses e que, portanto, terão contato com pessoas do grupo de risco para a doença nos próximos dias, para o esquema de vacinação.

Mesmo assim, com a repercussão, o prefeito decidiu demitir os profissionais – em função da exposição da imunização nas redes sociais.

Moral da história

Parece que o que aconteceu em Caicó não acontece aqui pelas bandas da região salineira, onde funcionário que não faz parte do grupo prioritário festeja vacina nas redes sociais, sem nem ao menos fazer parte de grupo de risco.


Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.