9 de dezembro de 2020

Plataforma da Petrobras no RN registra 5 casos de Covid de uma só vez

 


A ineficiência nas medidas de segurança da Petrobrás coloca petroleiros em risco no Rio Grande do Norte, expondo-os inclusive à pandemia do novo coronavírus.

O alerta é feito pelo Sindicato dos Petroleiros do (Sindipetro/RN). A entidade relata que ontem chegou ao conhecimento da diretoria que a fragilidade nas barreiras de segurança da Estatal está fazendo com que trabalhadores no período de embarque e já nas instalações das plataformas apresentem sintomas da COVID 19.

De acordo com o relato, a PUB 03, situada no campo de Ubarana em águas rasas em Guamaré, estaria com cinco casos de coronavírus confirmados. A situação tomou consistência após um técnico de segurança da Petrobrás, que estava no seu último dia de jornada de trabalho (embarque), apresentar sintomas da COVID, vindo depois a ser confirmado mediante a testagem.

O SINDIPETRO/RN ressalta que após essa constatação, quatro novos casos foram diagnosticados com trabalhadores da Elfe que também atuam na plataforma, sendo eles três mecânicos e um instrumentista.

O sindicato denuncia que até o final do dia de ontem não havia sido informado sobre quaisquer providências da Petrobrás e da Elfe para investigar os casos. A situação é de grande tensão entre os trabalhadores, “é uma verdadeira roleta russa, ninguém sabe quem será o próximo infectado”, disse o autor da denúncia.

Essa preocupação da categoria mostra a fragilidade da Petrobrás nos procedimentos de segurança para resguardar a saúde e integridade de seus funcionários, além da falta de fiscalização das empresas terceirizadas. “Se as medidas de segurança não são iguais para todos, todos correm perigo de se contaminar”, explica o coordenador geral do SINDIPETRO-RN, Ivis Corsino.



PortaldoRN*

 


.