5 de outubro de 2020

Por falta de confiança, eleição para legislativo em Macau passa pelos pedidos e interesses pessoais do eleitor

 

Pela falta de confiança do povo no seu candidato ao legislativo adquirida nas últimas gestões no período de 12 anos na cidade de Macau– uma vez que após eleitos grande parte dos vereadores nesse período não cumpriram 20% das promessas de campanha com seu eleitorado -  a eleição nesse momento na cidade salineira para este poder é fixada pela desconfiança e o pede, pede mais comum do eleitor.

O amor para com Macau sempre muito bem identificada pelo eleitor nas redes sociais, nesse momento está baseada em sacos de cimento, telhas, tijolos e cerâmicas.

Só depois

Que muitos deverão chorar o leite derramado. Mas lembro para estes eleitores que não esqueçam futuramente desse ditado popular; "Agora é tarde, Inês é morta".

Portanto

Pelo menos essa é a reclamação de quem quer fazer política séria em prol da cidade e seus cidadãos.



Nenhum comentário:

Postar um comentário