16 de setembro de 2020

Em nota, vereador Kekel fala de justiça social, de projetos e diz que jamais fugirá da luta

 


Gente, como hoje é o último dia para as convenções e muita gente, sobretudo apoiadores e amigos ainda perguntam se sairei candidato ou não, venho aqui de público externar novamente um posicionamento político que tive meses atrás: com muito pesar àqueles que até hoje ainda me ligam ou mandam DM ou “zap” perguntando, pedindo ou querendo que eu me candidate a vereador nessas eleições, repito que não vou concorrer ao cargo de vereador novamente.

Em 31/12/2020 entrego meu mandato. Mas graças a Deus saio com a missão de dever cumprido. Quem acompanha a política sabe que fiz o possível para fiscalizar essa cidade (inclusive tramitam na justiça mais de 10 ações de minha autoria sobre desmandos dessa gestão), assim como, modéstia parte, uma par de bons projetos que tentei aprovar, mas que de 14 que apresentei rejeitaram 10, ou por inveja ou birra política e os que foram aprovados nem prefeito cumpre nem a justiça a pedido nosso faz o prefeito cumprir (infelizmente quem sofre é o povo macauense). Peço desculpas também a quem errei ou não pude dar o braço ou ajudar em algum momento imediato.

Enfim, decidi não ir porque não farei da vereanca uma vida profissional. Sempre quis ajudar a cidade que me acolheu e tive essa experiência. Obrigado. Agradeço a todos que votaram em mim em 2016 e aos que apoiam e reconhecem meu trabalho até hoje. Assim como respeito quem não votou e mesmo assim ainda discorda do meu mandato. EIS A DEMOCRACIA! Afinal estou vereador em nome de todos: aos que votaram ou não, para os que aprovam ou me desaprovam. Tento fazer o meu melhor. Mas preciso de um tempo pra mim, minha família, retomar meus estudos, voltar a escrever meus livros e repensar outros projetos pessoais, profissionais e até políticos a frente.

No entanto não fugirei jamais da luta e sempre que a população macauense precisar, se eu puder estarei de pé, intrépido e com a coragem e bravura que Deus me deu para defender o que acho certo e o mais oprimido!

 

Paz e benções a todos. Que venham dias melhores para Macau.

 

Att,

Kekel,

Vereador.


Nenhum comentário:

Postar um comentário