6 de agosto de 2020

UFRN apresenta Macau fora do grupo de risco da COVID-19


Graças às medidas acionadas pela gestão municipal e a contribuição oferecida pela maioria da população, o município de Macau está entre os 24 municípios que passaram a ser considerados dentro da Zona Segura, de conformidade com os estudos elaborados pelo Laboratório de Inovação Tecnológico em Saúde (LAÍS), da Universidade Federal do Rio Grande do Norte - UFRN.

Segundo a informação, o Rio Grande do Norte apresenta um quadro desconfortável em relação à Taxa de Transmissibilidade (Rt) da Covid-19, mas existem 24 municípios que estão incluídos na ZONA SEGURA, com índices iguais ou menor que 1,00, aonde se enquadra o município de Macau. Para o prefeito Túlio Lemos “o que mais tem contribuído com esse baixo índice de 0,74 de contaminação da Covid-19 tem sido a compreensão da população que tem, na sua maioria, absorvido as campanhas de esclarecimentos e adicione a isso todas as providências realizadas pela gestão através dos profissionais da saúde e outros servidores que se associaram a todas as missões registradas no combate ao Novo Coronavírus”.

O estudo da UFRN, através do LAÍS, definiu as quatro áreas em ZONA SEGURA, com níveis igual ou menor que a Rt 1,00, aonde se encontra Macau e mais 23 municípios; a ZONA NEUTRA, com Rt entre 1,00 e 1,03 (2 municípios); a ZONA DE RISCO, com Rt entre 1,03 e 2,0 (78 municípios); e a ZONA DE PERIGO, com 63 municípios que estão com a taxa acima de 2,00. Mas para o gestor municipal de Macau, “pedimos a colaboração de toda a população para as novas medidas de flexibilização, mas que todos entendam que a pandemia não passou e por isso mesmo vamos continuar a tomar providências que evitem a proliferação da Covid-19”


Nenhum comentário:

Postar um comentário