10 de julho de 2020

Guamaré chega a marca de sete escolas com nova estrutura; Salina da Cruz tem o retorno da escola Antonio Theodorico


As comunidades escolares dos assentamentos Lagoa Doce, Umarizeiro, Santa Paz e Lagoa de Baixo ganharam um novo ambiente escolar na atual gestão, com a reforma e ampliação de escolas. Agora chegou a vez da Prefeitura de Guamaré reconstruir e devolver à comunidade de Salina da Cruz, a Escola Professor Antonio Theodorico, fechada há quatro anos.

A ordem de serviço para reconstrução e ampliação da escola foi assinada nesta quinta-feira, 9, pelo prefeito Adriano Diógenes e a obra vai custar R$ 976.966,00 aos cofres do município com prazo de execução de seis meses. Serão sete salas de aulas, guarita, secretaria, direção, depósito de material de expediente, sala de coordenação, laboratório de informática, depósito geral, banheiros para funcionários e alunos, cozinha, depósito de merenda, sala de professores, sala multifuncional e biblioteca.

No pátio externo, a escola Professor Antonio Theodorico será dotada de playground, horta, reservatório e área de convivência. “Essa escola é um sonho da comunidade de Salina da Cruz, apesar de todas as dificuldades, com planejamento, foi possível priorizar esta importante obra para a educação e vamos entregá-la até o final do ano”, destacou o prefeito Adriano Diógenes.

Outras melhorias

Na educação infantil, a atual gestão concluiu a construção, equipou e entregou dois CEI, o Centro de Educação Infantil Olindina Vieira da Câmara Olegário, na cidade e o Centro de Educação Infantil Maria do Socorro Pedro, no distrito de Baixa do Meio. Também foi adquirido mobiliário escolar e entregue para as unidades de ensino, durante o ano de 2019. Os dois CEis, as obras foram iniciadas na gestão do então prefeito Hélio Willamy.

 


Nenhum comentário:

Postar um comentário