16 de julho de 2020

De acordo com dados do IBGE o RN possui 372 mil analfabetos


O site Agora RN destaca em sua página que o analfabetismo atinge 372 mil pessoas no Rio Grande do Norte. Deste total, 188 mil estão dentro da população acima dos 15 anos em 2019, o que representa 13,4% desta parcela populacional. Os dados são da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (PNAD), divulgada nesta quarta-feira (14) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). A taxa de jovens e adultos potiguares que não sabem ler ou escrever é o dobro da média nacional, que foi de 6,6% no ano passado.

De acordo com o levantamento, o analfabetismo acima dos 15 anos ficou 0,5% pontos percentuais acima de 2018, quando a taxa foi de 12,9%. Em contrapartida, a taxa de pessoas acima de 60 anos que sabem ler ou escrever apresenta queda no Rio Grande do Norte. Segundo a PNAD, a taxa foi de 33,1% no ano passado, contra os 34,8% de 2018.

Dados do IBGE

Quase seis em cada dez analfabetos no País são moradores da região Nordeste, onde houve ligeira piora no analfabetismo em relação ao ano anterior, contrariando a tendência das outras regiões. A taxa de analfabetismo do Nordeste é mais do que o dobro da nacional: 13,9%, com 6,2 milhões de pessoas nessa condição. Na região Sul, é de apenas 3,30%.

O Brasil já está quatro anos atrasado em relação ao cumprimento da meta do Plano Nacional de Educação (PNE) de reduzir a taxa de analfabetismo a 6,5% em 2015. O PNE também prevê a erradicação do analfabetismo até 2024.

Segundo o IBGE, o analfabetismo vem diminuindo gradualmente no total do País, mas por uma questão demográfica, e não pela escolarização. “O efeito dessa queda é muito mais demográfico do que por introduzir a educação para esse grupo de 60 anos ou mais”, lamentou Marina Aguas, analista da Coordenação de Trabalho e Rendimento do IBGE.

O analfabetismo é até três vezes maior entre os idosos do que entre os jovens. Na faixa etária a partir de 60 anos, a taxa de analfabetismo no País foi de 18% em 2019. Entre os idosos pretos ou pardos, o analfabetismo é de 27,1%.

Quanto às diferenças regionais, a taxa de analfabetismo entre idosos alcança 37,2% no Nordeste e 25,5% no Norte. Por outro lado, no Sul e Sudeste, o analfabetismo na terceira idade está abaixo dos 10%.

O detalhe

O Rio Grande do Norte tem a sexta maior taxa de analfabetismo do país entre pessoas com 15 anos ou mais de idade. O índice de 13,4% só não é pior do que aqueles registrados em Sergipe (13,5%), Ceará (13,6%), Maranhão (15,6%), Piauí (16%) e Alagoas (17,1%). 

 


Nenhum comentário:

Postar um comentário