5 de junho de 2020

Servidores da Saúde Municipal de Macau vão ganhar insalubridade de até 40%



Em reconhecimento ao trabalho dedicado e do risco a que estão expostos os profissionais nesse período em que se vive a pandemia do Novo Coronavírus, o prefeito Túlio Lemos decidiu dobrar, em alguns casos, a insalubridade dos servidores municipais da área da saúde, a partir deste mês de junho, tão logo a Câmara Municipal de Macau aprove o Projeto de Lei do Executivo.

Nesta 6a feira, no início da tarde, reunido com a secretária Nalvanir Soares, a diretora do Hospital Antônio Ferraz, Ludmila de Melo e o advogado Herich Kraus, da Procuradoria, o prefeito Túlio Lemos assinou o Projeto de Lei que contempla o aumento da insalubridade para todos os profissionais da saúde.

Hoje, os servidores municipais da saúde que lidam diretamente com o público recebem 20% de insalubridade e o Projeto de Lei do Executivo que foi protocolado junto ao Legislativo macauense, prevê aumento de 10%, 15% e até 20%, às várias atividades dos profissionais da saúde, chegando a contemplar o servidor com até a totalidade de 40% de insalubridade, enquanto perdurar a pandemia da Covid-19.

Para o prefeito de Macau, “em que pesem as dificuldades financeiras por quais passa a municipalidade, teremos que ir buscar recursos para cobrir essa despesa adicional que teremos com esse incremento na insalubridade dos servidores públicos do município. Isso é o mínimo que podemos fazer para agradecer o empenho de todos durante essa pandemia que estamos vivendo com o Novo Coronavírus.”






Fonte ASSSECOM/Macau

2 comentários: