23 de junho de 2020

Governo prorroga medidas protetivas por mais sete dias


O Governo do RN publica na tarde desta terça-feira, 23, em edição extraordinária do Diário Oficial do Estado, novo decreto que prorroga a vigência das medidas de proteção e do isolamento social no enfrentamento ao novo coronavírus. O atual decreto será substituído pelo novo até 1º de julho.
 
"Apesar da grave situação econômica, o Governo decide prorrogar por mais sete dias as medidas, como orienta o Comitê Científico estadual", afirmou o secretário estadual de Tributação Carlos Eduardo Xavier na entrevista coletiva de atualização das ações de combate à pandemia.
 
O integrante do Comitê Científico e coordenador do Laboratório de Inovação Tecnológica em Saúde (Lais) da UFRN, professor Ricardo Valentim, explica que a prorrogação se baseia em dois parâmetros. O primeiro é a taxa de transmissibilidade do vírus nas várias regiões do Estado que permanece acima de 1. A segunda é a taxa de ocupação de leitos críticos, que hoje está, em média, em 85%.
 
Valentim esclareceu que é preciso taxa de transmissão abaixo de 1 e a ocupação de leitos no máximo em 70%. "Fazemos acompanhamento diário e observamos que a velocidade de transmissão vem diminuindo, mas ainda não alcançou menos de 1 e isso ainda não se reflete na taxa de ocupação de leitos de UTI", disse, para acrescentar: "A ocupação de leitos críticos é muito acima de 70%. Hoje os parâmetros que temos não permitem fazer a retomada das atividades normais. É preciso aguardar mais alguns dias para verificar o comportamento da ocupação de leitos, especialmente intensivos e semi-intensivos”.
 
O professor Ricardo Valentim também considerou que a retomada das atividades só deve ser decidida quando as medidas sanitárias em curso garantirem oferta de leitos para a previsão de demanda. "Nossa recomendação observa a prudência e a segurança", declarou.

DADOS EPIDEMIOLÓGICOS
 
A taxa de ocupação de leitos hoje é de 85% em média considerando as regiões Metropolitana de Natal, Oeste e Seridó. Os casos confirmados são 20.070, os descartados chegam a 31.119, os óbitos confirmados atingem 750 (sendo oito nas últimas 24 horas) e há 100 óbitos em investigação.
 
Valéria Bezerra, coordenadora do Complexo Estadual de Regulação no RN, explicou que os protocolos para encaminhamento a leitos exclusivos Covid seguem recomendação do Conselho Regional de Medicina do RN (Cremern) e a política nacional de regulação para acesso a leitos Covid 19.
 
"A demanda maior que a oferta exige critérios rigorosos de avaliação clínica, índice de comorbidade e escala de fragilidade para pacientes maiores de 60 anos. Com isso o médico regulador tem mais segurança para definir a condição clínica do paciente e o tipo de leito. Assim, reduzimos a subjetividade e permitimos acesso mais equânime e democrático e mais velocidade no giro de leitos para salvar mais vidas".
 
Ela assegurou que nas próximas 48 horas o aperfeiçoamento no sistema de regulação disponibilizará todas as informações atualizadas no portal Covid, com a ocupação e a disponibilidade em todas as regiões do Estado. "Estamos garantindo transparência, equidade, acesso universal e evitando ocupação inadequada de leitos", informou.


Nenhum comentário:

Postar um comentário