25 de junho de 2020

Arrecadação com royalties do petróleo pode cair mais de R$ 12 bilhões em 2020


A situação para os municípios norte-rio-grandenses arrecadadores de royalties já não está sendo fácil, imaginem a concretização das previsões para quedas nas futuras arrecadações.

Perdas

Matéria apresentada pelo G1 demonstra o levantamento do Centro Brasileiro de Infraestrutura (CBIE), a partir dos dados da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), mostra que a arrecadação com royalties desabou 30,8% em maio, na comparação com abril. Na comparação anual, a retração foi ainda maior, de 35%.

Com relação às participações especiais, o último dado disponível é do 1º trimestre, quando o valor recolhido para os cofres públicos caiu 23,5% na comparação com o mesmo período de 2019.

Diante do novo cenário de preço do barril de petróleo e de produção no Brasil, o CBIE estima que a arrecadação com royalties e participações especiais irá encolher mais de 20% em 2020. A consultoria projeta uma arrecadação total no ano de R$ 43,55 bilhões, contra os R$ 55,95 bilhões recolhidos no ano passado. Ou seja, R$ 12,4 bilhões a menos.

Então

Diante desta realidade os municípios que viveram os bons tempos de arrecadações e não se preparam para o que acontece hoje, deverão sofrer as consequências em todos os sentidos administrativo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário