22 de junho de 2020

A CM de Macau se encontra com um novo visual, mas com alguns vereadores utilizando-se de velhas práticas e novos costumes


Estive alguns dias ausentes por manutenção do computador mas observei atentamente cada situação política que ocorreu na terrinha, principalmente dos atos na CM de Macau.

Sobretudo

Quando os macauenses ficaram surpresos com a presença embriagada do vereador Carlinhos do valadão na sessão remota da CM de Macau, fato que foi preciso a vereadora Dyana Lira solicitar que o mesmo se retirasse da sessão. Achando pouco o que fez o vereador não se retirou e ainda cochilou na sessão sem nenhum constrangimento.

Mas

No meio desses momentos tristes de desrespeito ao eleitor salineiro, na CM de Macau também existe a sensibilidade da mãe, mulher e política atuante vereadora Dyana Lira, pois em determinado momento da sessão a mesma chegou as lágrimas para que de alguma forma tentasse confortar colega vereador Lampião, com o falecimento do seu irmão.

Desrespeito e despreparo

A política de Macau a cada dia chega ao seu nível mais baixo, a falta de comprometimento com os problemas sociais por parte de alguns vereadores é visível, alguns destes edis foram eleitos com um propósito mas se perderam no meio do caminho com discurso fútil e descabido para as reclamações sociais que tomaram conta de Macau nos últimos três anos.

Por fim

Chego à conclusão que a CM de Macau se encontra com um belo visual por fora, mas por dentro determinados vereadores governistas utilizam-se de velhas práticas e de novos costumes como dormir e se fazer presente na sessões remotas da instituição visivelmente embriagado.


 


Um comentário: