26 de maio de 2020

Sem nenhum hospital de referência na região, nesse momento de Pandemia podemos mensurar o quanto a região salineira é desprestigiada


Com 368 casos já confirmados em sete cidades – onde 5 faz parte da região litorânea - que compõe a região da costa Branca, distribuídos da seguinte forma;

Macau possui 45 casos confirmados;

Guamaré possui 42 casos confirmados;

Pendências 27 casos confirmados;

Alto do Rodrigues possui 25 casos confirmados;

Porto do Mangue possui 9 casos confirmados;

Areia Branca 219 casos confirmados

Galinhos 1 caos no assentamento Pirangi.

Desigualdade social

Essa realidade nos preocupa por não termos nenhum centro de referência que possa nos ser útil nesse momento de Pandemia, não existe um grito no ar que possa tornar real tal sonho de termos uma ambiente de saúde que atenda as famílias que compõe esta região denominada de Costa Branca. A desigualdade social nessa região é latente a olho nú.

Sobretudo

Quando essas cidades representam 112.896 habitantes - segundo o censo de 2018 - onde todas se encontram totalmente desassistidas pelo poder público estadual quando o assunto é a COVID-19.

Falta de prestigio politico

Nesse momento de Pandemia é que nós conseguimos mensurar o quanto somos desprestigiados com ações de cidadania que possam atender com dignidade 113 mil cidadãos que compõe a região salineira. Aqui na região que compõe estes municípios não se tem um Hospital de referência como se ver em Pau dos ferros, Currais novos e Caicó.

A prova

Macau, Pendências, Alto do Rodrigues, Guamaré, Galinhos, Porto do Mangue e Areia Branca são completamente desassistidos com saúde pública por todos esses anos, somente agora é que podemos mensurar o quanto somos descartáveis para os interesses políticos de outros centros.


 Os três hospitais regionais de Caico, Pau do Ferros e Currais Novos, região da Costa Branca sem nenhum

Nenhum comentário:

Postar um comentário