21 de maio de 2020

Mesmo com pandemia, é possível dar à luz gêmeos com segurança em Guamaré



Todo o planeta estava no meio de um “filme apocalíptico”, e no Hospital Manoel Lucas de Miranda de Guamaré acontecia nessa quarta-feira, 20, a segunda cesárea gemelar, a cirurgia número 4.237, após cinco anos de instalação do Centro Cirúrgico. Os dois bebês do sexo feminino, nasceram saudáveis, às 12h27.

Na terceira gestação, a mãe das recém-nascidas, Janaína Belarmino, de apenas 20 anos, residente no distrito de Baixa do Meio fez todo o pré-natal na rede do município e no parto foi assistida pela equipe formada pelas obstetras Maria Dalva e Luzinete Nascimento, com assistência do médico-anestesista, Ovídio Cabral, do médico pediatra, James Brito e do médico clínico-geral, Elison Freitas.

Inaugurado em 30 de janeiro de 2015, na gestão do ex-prefeito Hélio Miranda, quando o atual prefeito, Adriano Diógenes era Secretário Municipal de Saúde, equipado com duas salas, o Centro Cirúrgico do Hospital Manoel Lucas de Miranda atualmente em razão da pandemia da Covid-19 está funcionando apenas com partos cesáreos.

Secretário Municipal de Saúde, Fabrício Moraes, destaca que já são quase 5 mil cirurgias, sem intercorrências em Guamaré. “Temos uma equipe médica e de enfermagem preparada que tomou todos os cuidados para proteger a mãe e os bebês, diante da pandemia que estamos enfrentando”, concluiu.

Nesse momento de pandemia, o Prefeito Adriano Diógenes tem assumido a liderança no Comitê de Enfrentamento à Pandemia da Covid-19, com medidas de sanitárias de controle e o apoio à população mais vulnerável. O Hospital Manoel Lucas de Miranda está passando por reforma e vai ganhar uma sala vermelha, reservada ao tratamento de pacientes em estabilização com o coronavírus.

 


Nenhum comentário:

Postar um comentário