28 de abril de 2020

Governo cria mais 60 leitos para Covid-19 em parceria com a Liga

Imagem Ilustrativa de UTI's no RN


O Governo do Estado reforçará os cuidados com pacientes de Covid-19 com 40 novos leitos que estão sendo construídos em um galpão anexo ao Hospital Dr. Luís Antônio (HLA), no bairro das Quintas, em Natal. Serão 20 leitos para unidade de terapia intensiva e 20 para enfermaria, inicialmente, que devem ser entregues nos próximos 30 dias.

Esses 40 novos leitos fazem parte fase 01 do Convênio firmado, por meio Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) publicado na edição extra do Diário Oficial do Rio Grande do Norte deste domingo (26), entre o Governo do Rio Grande do Norte a Liga Norte-rio-grandense Contra o Câncer.

O acordo prevê a transferência de recursos públicos com o objetivo de incremento e disponibilização à rede estadual de saúde pública de até 60 novos leitos hospitalares destinados ao enfrentamento da Covid-19.

Os demais 20 leitos só serão construídos caso a Secretaria Estadual de Saúde (Sesap) considere necessário tal incremento, obedecendo uma lógica progressiva de abertura, com vistas à racionalização da despesa pública. Estes, serão abrigados na Policlínica, sede da Liga no bairro do Alecrim.

A ação teve seu conteúdo detalhado na tarde de hoje (27) via coletiva de imprensa online promovida pelo Governo do Estado, Ministério Público do Rio Grande do Norte, Liga, Ministério Público Federal no Rio Grande do Norte (MPF/RN) e o Ministério Público do Trabalho no Rio Grande do Norte (MPT/RN).
 
INVESTIMENTOS

Os investimentos deste convênio podem chegar até a R$ 34.820.000,00. As parcelas serão liberadas conforme a identificação da real necessidade. Na fase 01, já em andamento, o Governo do RN vai repassar R$ 4 milhões para a Liga, sendo que R$ 1 milhão é destinado ao custo da obra física da estrutura, que abrigará os novos leitos; R$ 1,5 milhão para a aquisição de equipamentos; e R$ 1,5 milhão para o custeio mensal inicial incluindo fluxo de caixa e custeio da mão de obra, além da aquisição de insumos, medicamentos e demais itens de saúde necessários para o funcionamento.

Nenhum comentário:

Postar um comentário