20 de abril de 2020

Covid-19: semana é estratégica para conter contaminação



A pandemia do novo coronavírus entra numa semana estratégica para contenção ou disseminação do contágio. O alerta foi feito pelo secretário adjunto da Saúde Pública no RN, médico Petrônio Spinelli, em entrevista coletiva nesta segunda-feira (20) para atualizar o quadro de ocorrências.

"Esta semana é estratégica e exige reflexões. O Governo do RN continua em processo de expansão de leitos para assistência a casos críticos em todo o Estado. São leitos em Natal e Mossoró, e também em cada região. A ideia é que todas as regiões tenham pontos de estabilização incluindo respiradores, seja pontos públicos ou privados. Este esforço vem dando resultados sim", afirmou.

O Rio Grande do Norte apresenta nesta segunda-feira (20) aumento do número de internados, mas uma percentagem de ocupação de leitos críticos (em unidades de terapia intensiva e semi-intensiva) está estável (21%), devido ao aumento da oferta. Hoje há 91 pessoas internadas em leitos críticos e observação, 16 casos em UCI (Unidades de Cuidados Intermediários) confirmados e oito suspeitos, e 18 internados em leitos clínicos.

Os casos suspeitos são 2.785. Descartados 2541. Confirmados, em 46 cidades, 595 casos. São 161 pessoas recuperadas. Há notificações em 151 municípios. São 27 óbitos e sete em investigação.
 
"O diagnóstico de hoje é a fotografia do que aconteceu 10 ou 14 dias atrás. Nos últimos dias vimos um processo extremamente preocupante de aglomerações. E essas aglomerações de hoje terão repercussão nos próximos dias com possível aumento de casos. Não termos colapso no nosso sistema de saúde é resultante das ações normativas, dos decretos do Governo do RN tomou. E também da compreensão da sociedade que adere às medidas de proteção", explicou Petrônio.

O secretário, entretanto, alertou: "precisamos entender que todas as medidas de mitigação foram fundamentais para o quadro atual. Mas, tudo isso pode ser neutralizado pelas aglomerações dos últimos dias. O Governo do RN tem como meta evitar mortes, salvar vidas, por isso toma medida baseadas no conhecimento científico que devem ser respeitadas. É preciso intensificar proteção aos idosos e generalizar o uso de máscaras. Isso é comprovado mundialmente", afirma.

MUDANÇA NO PERFIL
 

A análise do perfil da contaminação, explicou Spinelli, mostra que nos estados em que o sistema de Saúde está em colapso, ou perto disso, como Amazonas, Ceará e São Paulo, apresentam mudança no perfil da pandemia. Antes a maior parte dos contaminados eram pessoas que viajaram. Hoje a contaminação é comunitária e chegou às periferias como está comprovado em São Paulo e aconteceu em Nova York. E está tem sido característica também no RN com a contaminação indo ao interior.

CONTROL

O controlador-geral do Estado, Pedro Lopes, informou que a força tarefa instituída pelo Governo do RN para o processamento das compras neste período de pandemia - composta pelo Gabinete Civil, Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap), a Secretaria de Estado da Administração (Sead) e Procuradoria do Estado (PGE), com apoio do Ministério Público Estadual (MPRN), foi acrescida da Controladoria Geral do Estado (Control) que está formatando uma instrução normativa para normatizar e assim acompanhar os processos de compras, recebimento e distribuição de todo o material.

"A orientação da governadora Fátima Bezerra é dar maior segurança e integridade a todo o processo, que tem um rito especial e simplificado por autorização da legislação federal, face a urgência do enfrentamento à pandemia do coronavírus. E tudo será publicado no Portal da Transparência do Governo do Estado", afirmou Pedro Lopes.

A Control também coordena a Central de Doações e o RN+Unido, junto com a Sethas (Secretaria de Estado do Trabalho, da Habitação e da Assistência Social) e a Defesa Civil. Já o Projeto RN+Protegido, parceria do Governo do RN com as indústrias de confecção do RN, em especial a Guararapes e Coteminas, além do Sindicato da Construção Civil no RN (Sinduscon), vai permitir 7 milhões de máscara para doação, preferencialmente a trabalhadores e servidores públicos que atuam em atividades essenciais, aos idosos e seus cuidadores, e trabalhadores e a população em geral com renda até três salários mínimos.

Dois milhões de máscaras do Projeto serão disponibilizadas aos municípios através da Federação dos Municípios do Rio Grande do Norte (Femurn), sob orientação das suas secretarias de Saúde Pública e Assistência Social. O Governo já recebeu 100 mil máscaras que estão sendo destinadas a profissionais de saúde, segurança, sindicatos, trabalhadores de supermercados.

Durante a coletiva, foram apresentados os valores referentes às doações de pessoas jurídicas registradas pela Control, a partir da criação da Central de Doações do Governo. Até o momento, representam R$ 800 mil em materiais - 12 mil máscaras, 40 mil litros de álcool (líquido e gel), 180 colchões, 180 travesseiros, 1.600 toalhas de banho e 1.600 de rosto, e outros materiais. "Tudo está registrado no Portal da Transparência, que é atualizado diariamente às 11 horas", afirmou Pedro Lopes.

Prefeituras, entidades, organizações que quiserem ser beneficiárias das doações devem manter contato através do e-mail rnunido@rn.gov.br.
 

Fotos: Demis Roussos. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário