14 de abril de 2020

Após aprovar socorro a estados, Câmara vota auxílio a trabalhadores



O site congresso em foco destaca que os deputados devem votar nesta terça-feira (14) o projeto aprovado pelo Senado que amplia o auxílio emergencial de R$ 600 a trabalhadores informais. O texto enviado pelos senadores estende o auxílio a outras categorias e garante o pagamento a homens chefes de família e mães adolescentes, entre outras mudanças. O primeiro projeto sobre o assunto, já convertido em lei, era direcionado a trabalhadores informais, intermitentes e microempreendedores individuais (MEI), além de beneficiários do Bolsa Família.

Se não houver alterações em relação à proposta do Senado, o texto seguirá para sanção presidencial. Entre os profissionais a serem contemplados na nova versão estão garçons, feirantes, taxistas, artistas, catadores, diaristas, pescadores, mototaxistas e motoristas de aplicativo. Ontem os deputados aprovaram um plano de socorro aos estados durante a calamidade pública. O texto, porém, desagrada ao governo, que tentará modificá-lo no Senado.



Nenhum comentário:

Postar um comentário