27 de março de 2020

Depois de matéria da assessoria da deputada Isolda sobre Restaurante Popular, recebo da SETHAS informações claras e detalhadas sobre o assunto




O Governo do Estado por meio da Sethas, neste momento de crise provocada pela pandemia do coronavírus (Covid-19) mantém em R$ 1,00 (Um Real) o valor simbólico por refeição no Programa Restaurante Popular que serve almoço, Café Cidadão e Sopa Cidadã. Para a população em situação de rua, o Governo determinou às empresas que as refeições serão gratuitas.

As empresas vão cadastrar as pessoas diariamente em uma ficha e um mapa diário será repassado à Sethas.

O Programa atende, principalmente, a população em situação de vulnerabilidade. São 56 restaurantes populares que servem 42 mil refeições diárias entre almoços, Café Cidadão (44 unidades) e Sopa Cidadã (13 unidades). 

O detalhe

Após matéria(Dep Isolda, PT, Restaurante Popular) que PREFERIU FAZER POLÍTICA ao noticiar que  “sugeriu e foi atendida pela governadora Fátima Bezerra junto à Secretaria do Estado do Trabalho da Habitação e da Assistência Social (SETHAS) para que os restaurantes populares do Estado entreguem gratuitamente quentinhas como forma de garantir que as pessoas mais vulneráveis continuem se alimentando”.

Recebo informações da SETHAS Sobre os restaurantes populares que os beneficiários que devem ser liberados da taxa são os que estão em situação de rua e refugiados devidamente comprovados.

Enfim

Por causa da pandemia do novo coronavírus, a Sethas, responsável pela execução do Programa, determinou às empresas que prestam o serviço, a servirem as refeições em quentinhas. Agora, as refeições são preparadas e colocadas nas quentinhas trinta minutos antes de serem vendidas ao público-alvo. Além das embalagens descartáveis para as refeições os restaurantes também fornecem copos e talhares descartáveis.


As medidas estão de acordo com os protocolos de prevenção à contaminação estabelecidos pela Organização Mundial de Saúde, Ministério da Saúde e Decretos estaduais, que garantem mais segurança para usuários/as e, também, operadores/as que trabalham nos restaurantes.

Nenhum comentário:

Postar um comentário