18 de fevereiro de 2020

Governo investe R$ 23 milhões em todos os campi da UERN



As instalações da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN) terão todas as suas unidades ampliadas e equipadas. Ao todo, de acordo com o governo estadual, serão investidos R$ 23 milhões em reformas.

A governadora Fátima Bezerra, acompanhada do vice governador Antenor Roberto e do secretário de Estado da Infraestrutura Gustavo Coelho, se reuniu nesta segunda-feira (17) com o reitor Pedro Fernandes, a chefe de gabinete da reitoria, Cicília Maia, o diretor da UERN em Natal, Francisco Dantas, com a pró-Reitora de Planejamento, Orçamento e Finanças, Denise Vasconcelos, e com o responsável pela construtora HB Engenharia, vencedora da licitação para execução dos serviços, Hélio Nelson.

“Estamos fazendo investimentos de R$ 23 milhões, sendo R$ 20 milhões destinados através de emenda parlamentar da bancada federal ainda em 2018, e R$ 3 milhões do Governo do Estado. Vamos ampliar a UERN, construir novas salas de aula, bibliotecas, anfiteatro, auditório, centro de convivência, banheiros, instalar redes de internet, postos de vigilância, enfim, dotar os campi da nossa universidade estadual de estrutura de qualidade para oferecer melhor ensino”, afirmou Fátima Bezerra.

Nos próximos dias a governadora vai assinar a ordem de serviço, no valor de R$ 680 mil, para o início das obras na capital potiguar. A previsão é que sejam concluídas até o final do primeiro semestre. “Precisamos dar agilidade aos serviços para concluir o campus de Natal, obra iniciada há mais de dez anos. Temos a educação como prioridade por que ela transforma vidas e promove o desenvolvimento. Além disso o campus na Zona Norte de Natal, quando em pleno funcionamento, terá impacto altamente positivo para aquela região da cidade e para sua população”, enfatizou.

Hoje a UERN tem 12 mil alunos, 944 docentes e 664 técnicos administrativos nas unidades de Natal, Mossoró, Assu, Pau dos Ferros, Caicó e Patu. Com a ampliação o campus da UERN em Natal, por exemplo, passará dos atuais 1.200 alunos para 3.800 alunos. Os cinco cursos de graduação hoje oferecidos serão ampliados para 13.

O que será feito


Em Assu e Patu serão construídos, em cada campus, um novo bloco de salas e uma área de convivência;

Em Mossoró, onde fica a administração central e o maior contingente de alunos (7 mil), serão oito obras no campus central: biblioteca, anfiteatro, auditório, centro de convivência, banheiros e rede coletora, cerca e posto de vigilância, pavimentação de vias e reforma da Associação Cultural e Esportiva Universitária (ACEU);

O campus de Caicó ganhará um novo bloco de salas e auditório;

Em Pau dos Ferros será construída uma quadra de esportes coberta, com vestiário e cerca, e adquirido novo micro-ônibus;

Uma nova rede elétrica de média tensão e subestações serão instaladas em Pau dos Ferros, Patu, Mossoró, Caicó e Assu;

O campus de Natal terá novos equipamentos e material permanente.




Nenhum comentário:

Postar um comentário