8 de dezembro de 2019

Interpretando “O último raio da Lua” macauense fica em Iº lugar no Festival Nacional de frevo do Recife



Interpretando composição de Xico Bezerra e João Neto o cantor macauense Edinho Queiros recebe o prêmio maior na categoria de Frevo Canção com a música 'O último Raio da Lua', nesta edição, o Festival premiou, com valores que variam de R$ 10 mil a R$ 6 mil, composições inéditas em quatro categorias: Frevo de Rua, Frevo de Bloco, Frevo Canção e Frevo Livre Instrumental - Autoral.

Ao todo, serão distribuídos R$ 104 mil entre os vencedores, para fomentar a cadeia produtiva do Frevo e garantir que os clarins possam soar além do reinado de Momo, perpetuando-se tradição viva e vivida ao longo de todo o ano.

Edinho Queiros é cantor, compositor, violonista, obteve seus primeiros contatos com a música, através do seu pai e de seu avô, ambos amantes das tradições populares nordestinas, como o Coco de Roda, o Boi dos Reis e a Nau Catarineta.

O macauense da gema que tanto nos orgulha iniciou a carreira artística em 1977, Edinho Queirós, além de ser cantor é músico e poeta talentosíssimo, participou de grupos musicais de baile onde se destacou para o nordeste nas bandas Tártaros e Terriveis. Em 1985, teve sua primeira experiência em disco, em trabalho com o grupo Alcano do Recife. foi vencedor do prêmio de melhor interprete e melhor música da UFRN em 1987, participou do festival da Musica Brasileira da TV Globo, interpretando sua canção ‘‘Língua – O instrumento’’,  ontem(07) conseguiu o prêmio máximo do frevo canção em Recife, PE.

Nenhum comentário:

Postar um comentário