28 de novembro de 2019

União cobra R$ 88 milhões em dívidas de Neymar, diz Época



A União cobra R$ 88,1 milhões de Neymar na Justiça, informa a revista Época. A Justiça Federal em Santos negou um pedido da Procuradoria-Geral da Fazenda (PGFN) para bloquear bens de Neymar, seus pais e três empresas no mesmo valor milionário.

Segundo a revista, em 10 de outubro, a PGFN pediu a indisponibilidade de ativos, dinheiro em depósito ou em aplicação financeira de Neymar Jr, os pais, Neymar da Silva Santos e Nadine Gonçalves, e as empresas Neymar Sport e Marketing, N&N Consultoria Esportiva e Empresarial, e N&N Administração de Bens, Participações e Investimentos.

As empresas são sediadas em Santos e São Paulo e administradas pelos pais do atleta. No processo, o jogador é descrito como "devedor", enquanto os pais e as empresas como "corresponsáveis".

Nenhum comentário:

Postar um comentário