9 de setembro de 2019

Lenilson Ramos parabeniza Macau pelos seus 144 anos




Jovem Macauense com ideais PTistas e também disposto a se envolver nesse projeto de renovação política para a cidade de Macau.

Para quem não o conhece segue breve relato de sua história de vida*, de luta , de conquista, de perdas, de reconhecimento, de gratidão e, principalmente,  um testemunho de amor a sua terra Macau.

Quem é Lenilson?

Meu nome é Lenilson Ramos, católico, nasci e me criei em Macau-RN, filho de Antônio Ramos de Morais e Francisca Nobre. Sou noivo de Denise Queiroz. Sou Engenheiro Civil e Empresário do ramo de engenharia e de eventos.
Minha família era modesta, humilde e sem condições financeiras favoráveis, então tive que iniciar minhas atividades profissionais muito cedo aos 14 anos de idade. Meu primeiro contato profissional foi na área de artes plásticas onde desenvolvia atividades de pintor, letrista, desenhista e de serigrafia.
Aos 18 anos de idade me direcionei para a área de comunicação, onde tive a oportunidade de ser um dos fundadores da rádio Litoral 105,1 e hoje me sinto muito honrado em ter feito parte desta conquista histórica. Além de fundador, fui locutor, diretor de programação e presidente.
No ramo de Shows surgiram ocasiões de conhecer várias cidades e vários artistas. Com isso fui agregando credibilidade no mercado e respeito de todos que eu convivi. Até hoje trabalho neste campo como uma das minhas atividades.
Desde muito cedo gostava de estudar, mas devido à problemas financeiros, não consegui me dedicar somente ao estudo. Meu maior sonho era ter uma formação acadêmica, inicialmente sonhava em ser jornalista, pois já trabalhava na área e já tinha habilidade em me comunicar, mas o tempo foi passando e naturalmente eu fui me ingressando cada vez mais no trabalho. Como o meu trabalho exigia muita disponibilidade de tempo e necessitava de realizar viagens, fui deixando este sonho de lado.
Com o passar dos anos, devido a necessidade de estar sempre contratando engenheiros civis para serem responsáveis pelas estruturas dos eventos que promovia, percebi a grande importância do profissional da engenharia. Aquilo me despertou novamente o sonho da graduação que ainda estava ali guardado. Foi quando resolvi de fato enfrentar o vestibular para engenharia civil.
Durante a faculdade foram muitas as batalhas. Tive que me dedicar totalmente aos estudos, deixando muitas vezes de trabalhar, enfrentando dificuldades financeiras. Enquanto estava na faculdade, infelizmente, tive uma perda muito significativa na minha vida, a perda do Meu Pai Antônio Ramos que para mim era um exemplo de homem guerreiro.
Logo em seguida criei a  LAM Engenharia e Construções , hoje é uma empresa de construção e incorporação de empreendimentos diversos, firmando-se no mercado com solidez e compromisso com a qualidade de suas edificações.

*Relato completo no Jornal Folha de Macau




Nenhum comentário:

Postar um comentário

gatofelix


.