23 de agosto de 2019

Em ação do MPRN, Justiça determina fim das queimadas no lixão de Assu, já na cidade de Macau...



Em ação civil pública ajuizada pelo Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN), a Justiça potiguar concedeu liminar para determinar ao Município de Assu que tome as medidas necessárias para evitar ou impedir as queimadas de resíduos sólidos no lixão da cidade. Em caso de descumprimento, o Juízo da 1ª vara da comarca fixou a aplicação de multa pessoal ao prefeito no valor de R$ 2 mil por cada queimada verificada.O Ministério Público sustentou seu pedido em gravações de vídeo, fotografias, depoimentos e com o abaixo-assinado com mais de 350 assinaturas de moradores de diferentes bairros da cidade.

Já em Macau

Depois de várias denuncias feitas pelos vereadores, depois de várias denúncias realizadas nas redes sociais por macauenses, fotografias e vídeos apresentados por toda imprensa da região sobre queima no lixão prejudicando o dia a dia da comunidade macauense, não se viu uma ação pelo MP salineiro da mesma forma que aconteceu no município de Assu.

O pior

Ninguém sabe o porque do silêncio do MP quando se trata da realidade atual de Macau.


Nenhum comentário:

Postar um comentário