7 de junho de 2019

“O servidor público de Guamaré vive um momento diferente”, declara o presidente do SINDSERG

Postado por Irineu Cândido


Enxergando a possibilidade do funcionalismo público municipal de Guamaré, contar a partir do mês de agosto com os benefícios do Plano de Cargos, Carreira e Salários, o presidente do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Guamaré- SINDSERG, Edson Rocha, acredita que o interesse da atual gestão em avançar com o debate acerca do projeto, sinaliza para oresgate de uma dívida histórica da prefeitura com os seus servidores.

A atualização do PCCS pautou uma reunião na manhã desta quarta-feira, 05, no Centro Administrativo, onde além do prefeito Adriano Diógenes e o presidente do Sindserg, participaram o Procurador Geral do Município, o advogado Mário Teixeira, o Secretário de Administração, Marcondes Diógenes, representantes da diretoria do Sindserg e da imprensa local.

Para o presidente do Sindserg, Edson Rocha: “A atualização e implementação do plano de cargos, carreiras e salários do servidor público, será um marco importante na história do sindicato e de todas as categorias de trabalhadores que contribuem para a administração pública de Guamaré”.


“Durante anos de luta, realizamos incontáveis reuniões com gestores e suas equipes para esse fim, agora sentimos que estamos mais perto de alcançar esse objetivo, que representa a vitória de uma longa batalha em busca do reconhecimento e da valorização dos trabalhadores da gestão municipal”, declarou Edson Rocha, otimista com o avanço das deliberações da pauta sobre o PCCS.

Segundo explicou o prefeito Adriano Diógenes,os pontos que estão sendo atualizados na lei e serão levados à análise do setor jurídico do sindicato, para que a proposta final seja encaminhada finalmente à Câmara Municipal para apreciação e votação, diz respeito somente,aos mecanismos de avaliação de desempenho do servidor e a progressão por nível.

A atualização do PCCS aprovado pela Câmara Municipal no ano de 2016, vai garantir além da segurança jurídica do plano, a viabilidade financeira para as progressões em todas as categorias de servidores. O estudo para atualização do PCCS foi feito observando a capacidade de desembolso do município para os próximos anos, assegurando que o plano não viesse a se tornar alvo de uma queda de braço entre a gestão e os servidores em um futuro próximo.