2 de maio de 2019

No Dia do Trabalhador, prefeito anuncia parceria para construção de 400 casas para funcionários públicos

Postado por Irineu Cândido


O servidor público municipal de Guamaré já pode sonhar com sua casa própria. O prefeito de Guamaré Adriano Diógenes apresentou nesta quarta-feira, 1º de maio-Dia do Trabalhador, o Projeto Mais Habitação. Através do Instituto de Desenvolvimento Habitacional Canaã (IDEHAC) com financiamento da Caixa Econômica, a prefeitura vai viabilizar a construção de 400 unidades habitacionais para funcionários públicos, sendo 200 casas em Guamaré e mais 200 unidades em Baixa do Meio.

“Estamos trabalhando para ampliar cada vez mais o projeto de habitação do município, pois, acreditamos que uma das coisas mais importantes para a família, é ter o seu próprio lar”, afirmou o prefeito Adriano Diógenes no Clube Municipal da Praia, na Orla de Aratuá, de onde se deslocou até a Quadra da Praça da Juventude de Baixa do Meio para apresentar o projeto, durante confraternização com servidores municipais.


Para o presidente do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Guamaré, José Edson da Rocha,  possuir sua casa própria é um sonho de todo cidadão. “Esse projeto é uma luta antiga das categorias de trabalhadores no serviço público em Guamaré. Hoje só temos a agradecer a Deus e parabenizar o prefeito Adriano pela iniciativa”, destacou.


O Programa Mais Habitação possibilitará aos servidores efetivos, contratados das terceirizadas e comissionados, realizar um financiamento para a compra de um imóvel, de acordo com sua renda bruta mensal com valores acessíveis, oferecendo casas de ótimo padrão. A contrapartida do município de Guamaré será a disponibilização do terreno para a construção das unidades habitacionais e toda infraestrutura de pavimentação, saneamento, calçadas e espaço de convivência.

CRITÉRIOS NECESSÁRIOS:

Para aderir ao programa habitacional, o servidor não deverá ser dono ou ter financiamento de imóvel residencial; não ter recebido benefícios de natureza habitacional de recursos do Governo Federal e não estar inadimplente.

RENDA

Podem participar do projeto, famílias com renda mensal de R$ 1.000,00 até 1.800,00, que serão atendidas pelo financiamento, na faixa 2. Podendo ser contempladas com até R$: 11.600,00 de subsídio.
As famílias com renda mensal de 1.900,00 até R$ 3.600,00 serão atendidas pelo Minha Casa Minha Vida, na modalidade de financiamento, faixa 2. Podendo ser contempladas com subsidio menor, de acordo com a análise de crédito, realizada pela instituição financeira.
Já as famílias com renda mensal de 3.600,00 até R$ 6.500,00 serão atendidas com outra linha financiamento, de acordo com análise da instituição financeira.  

PRÉ-CADASTRO

O Pré-Cadastro e maiores informações para adesão ao programa ficará sob a responsabilidade da Secretaria Municipal de Assistência Social- SEMAS, no Setor de Habitação. “A Caixa Econômica Federal será a responsável pelo processo de análise e aprovação de documentação, assim como a seleção, verificando as melhores condições de financiamento, conforme a renda familiar”, destacou a Secretária de Assistência Social, Marisa Rodrigues.
Participaram do lançamento do programa em Guamaré e Baixa do Meio, além do prefeito Adriano Diógenes, a vice-prefeita Iracema Morais, secretários e assessores da gestão municipal e os vereadores Lizete Negreiros, Edinor Albuquerque, Miranda Júnior e Carlos Câmara. Representou o IDEHAC, Pedro Cavalcante, coordenador de projetos, já a Caixa Econômica foi representada pelo gerente da agência de Guamaré, João Peixoto.





*Fonte: ASSECOM/Guamaré