3 de maio de 2019

Macau: " O servidor que paralisar suas funções pode se considerar fora da cooperativa de saúde"

Postado por Irineu Cândido


Foi esse o argumento, através da diretora de saúde,  que o prefeito TLemos usou para intimidar funcionários que buscavam salários atrasados.

Uma vez que 

Segundo o blog é ISSO AI  “ maqueiros, enfermeiros, técnicos de enfermagem, bioquímicos, assistentes sociais e nutricionistas com salários atrasados ameaçam paralisar as atividades caso não recebam o que lhes é de direito no HAF.”

Mas

Procurei informação sobre o assunto e fui informado que " o prefeito usou o medo de perder o emprego para brecar paralisação, só praticando o terror que ele consegue. Ele vai pagar tudo isso, vocês vão ver". Garante funcionário do Hospital Antonio Ferraz(HAF) que com medo de represália não se identifica.

Pois é

A diretora convocou os funcionários e deixou claro e categórico  que o pagamento só acontecerá entre 20 ou 24 de maio(possivelmente 2 meses), quem não aceitasse  podia considerar fora da cooperativa .”

Assim então

Como se diz que a melhor forma de paralisar um possível intenção de greve é praticar o terror com os funcionários, o prefeito usou muito bem esse argumento e os funcionários com receio de perder o emprego se calam, baixam a cabeça e ficam trabalhando com 03 meses de salários atrasados.

Fazer o que, ein?...Votar em TLemos de novo!!!!